Algumas funcionalidades do website poderão não funcionar correctamente, por favor active o Javascript no seu browser.

Como suplementar a Vitamina D

quando falta a luz do sol.

A vitamina D desempenha um papel importante no desenvolvimento das crianças. Uma das fontes mais importantes para a síntese de vitamina D é a luz solar, mas no contexto atual, perante as medidas de distanciamento social, as crianças estão menos expostas ao sol.

Se puder, incentive a exposição solar por breves momentos

De um modo geral, é importante passar algum tempo exposto ao sol (por exemplo, no seu jardim ou varanda), pelo menos duas a três vezes por semana, permitindo que a luz solar incida no rosto, braços e mãos do seu filho, por períodos de 5 a 15 minutos. Tenha sempre em atenção a recomendação do seu profissional de saúde e as horas de exposição solar adequadas.

Abra as cortinas

Durante este tempo dentro de casa, abra as cortinas e as janelas para permitir a entrada de luz solar e ar fresco. A vitamina D é sintetizada na pele pela ação de raios UVB, que não passam através dos vidros, requerendo, por isso, uma exposição direta.

Ofereça ao seu filho alimentos ricos em vitamina D

Alimentos como salmão, sardinha, atum, ovo, são fonte de vitamina D. Procure também alimentos fortificados com vitamina D, como cereais, leite infantil e outros laticínios. De acordo com a DGS, a suplementação diária de vitamina D é recomendada até aos 12 meses em lactentes saudáveis. Se acha que o seu filho pode não estar a receber vitamina D suficiente, aconselhe-se junto do seu profissional de saúde assistente.

Uma alimentação e estilo de vida saudáveis, hábitos de sono adequados e exercício físico regular são essenciais para se manter saudável. Se tiver alguma dúvida sobre a alimentação do seu bebé, entre em contato com nossas especialistas através do número 800 204 022 (24h chamada grátis).

Fontes: www.dgs.pt
www.spp.pt

Apoio ao cliente
Entre em contacto com
as nossas especialistas
Messenger
Contacte-nos pelo
facebook
Faq
Descubra as respostas às
perguntas frequentes